meltdown, shutdown e burnout

Meltdown, shutdown e burnout são eventos que podem ocorrer como reação a uma sobrecarga sensorial ou emocional, ansiedade ou a qualquer situação estressante.

Os meltdowns, também conhecidos como colapsos ou crises nervosas, são uma perda temporária do controle emocional pelo indivíduo, podendo caracterizar-se por choros e movimentos repetitivos intensos, gritos, e algumas vezes até mesmo auto-agressão, como morder o próprio braço, por exemplo.

O termo shutdown vem da linguagem da informática e refere-se a um comando capaz de encerrar, ou desligar, o sistema. O indivíduo autista passando por um episódio de shutdown, pode parecer parcialmente ou completamente distanciado do momento presente, pode não responder à comunicação, pode retirar-se a seu quarto ou deitar-se no chão. O indivíduo pode também perder a capacidade de retirar-se da situação estressante em que se encontra.

De acordo com a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, burnout “é uma exaustão de longo prazo e diminuição de interesse no trabalho. Os sintomas do burnout são similares aos da depressão clínica”. O Burnout caracteriza-se pelo esgotamento físico e mental intenso. No indivíduo autista, o que as vezes chamamos de regressão pode tratar-se, na verdade, de burnout, pois a pessoa perde o interesse em executar suas atividades e perde também a habilidade de lidar com situações estressantes.

Anúncios