Stim/stimming

Stimming ou stim são movimentos corporais repetitivos que autoestimulam um mais sentidos, de maneira regulada.  A palavra é um apelido carinhoso para o termo “movimentos autoestimulatórios” e é o termo preferido pelos autistas, que desejam retirar da linguagem ligada ao autismo, o peso da linguagem patológica. Sem uma boa tradução em português, stim vem aparecendo em diversos textos no Brasil. Em psiquiatria, stimming é conhecido como “estereotipia” ou “movimento estereotipado”.
Nas comunidades de autistas, stimming é visto de forma positiva, como forma de autorregulação e também de expressão e comunicação.

Formas comuns de stimming são abanar as mãos, balançar o corpo de forma ritmica, o uso da ecolalia na fala, enfileirar objetos, girar objetos, etc. Há também várias formas de stim mais sutis. O stim persiste na vida adulta e não é exclusivo do autismo.

Anúncios